Durante esse mês é realizada a maior competição de rali das Américas: o Rally dos Sertões. A partir do próximo sábado, 24 de agosto, os competidores vão encarar novos desafios nessa prova de alta velocidade, precisão, superação e muita adrenalina. Conheça as categorias que participam do Rally dos Sertões no texto de hoje.

Rally dos Sertões 2019

Já te contamos aqui em nosso blog a história da maior competição de rali das Américas e mostramos quais serão as mudanças e os desafios que os competidores enfrentarão no Rally dos Sertões 2019.

Falamos também sobre a importância do computador de bordo no Rally dos Sertões, um dos principais equipamentos utilizados na competição. Hoje você vai conhecer as categorias que participam do Rally dos Sertões:

Categorias do Rally dos Sertões

Com quase 30 anos de existência, o Rally dos Sertões foi crescendo, ganhando visibilidade internacional e passou por muitas mudanças com o passar dos anos. Hoje os competidores se dividem em seis categorias. Conheça:

– Carros: alta velocidade, precisão e muita poeira!

– T1 FIA: com pelo menos dois assentos e peso mínimo variando entre 860 e 2050 kg, os veículos devem ser carros de fábrica ou protótipos preparados de acordo com o padrão da competição;

– Protótipos T1: segue os mesmos padrões da categoria T1 FIA, mas aqui os veículos devem ser preparados ou protótipos com tração 4×4;

– Pró Brasil: nessa categoria a preparação deve seguir as mesmas regras da T1 FIA, movidos a etanol ou gasolina, porém os extintores e tanques de combustível não necessitam de homologação, como na T1 FIA. Além disso, eles podem ser fabricados em território nacional;

– Super Production: nessa categoria o veículo deve seguir os padrões de segurança da FIA; possuir tração nas quatro rodas; ser movido a diesel, etanol ou gasolina; peso mínimo variando entre 1150 kg, para veículos de 1600 cc, até 2500 kg, para veículos com 5250 cc. Além disso, o chassi deve ser original não sendo permitidos ajustes de reforços. Os veículos devem ter pelo menos cem unidades produzidas e comercializadas no Brasil, com Renavam;

– T1 FIA Brasil: liberados somente para competições nacionais de cross country, são protótipos homologados semelhantes aos da categoria T1 FIA;

– T3: equipados com motores de menor porte, os veículos dessa categoria são considerados “veículos leves”;

– Production – T2: seguindo quase as mesmas regras da categoria T2 FIA, os veículos dessa categoria são carros para uso de rua que foram preparados para o off-road, porém algumas alterações para ganho de desempenho não são permitidas.

– Motos: saltos, aterrisagem, velocidade, superação!

– Marathon: destinada a pilotos iniciantes, essa categoria permite que sejam realizados alguns reforços nas motos. Mas elas devem ser produzidas no Brasil e ter até 700 cc. A preparação do motor é permitida, mas só podem ser usados um original e um de reserva durante a prova;

– Super Production: essa é a principal categoria das motos. Podem competir motocicletas e protótipos com motorização entre 250 cc até 1300 cc com preparação livre;

– Production aberta: nessa categoria podem competir motocicletas originais de fábrica de até 700 cc, de acordo com a norma FIM. A preparação do motor é livre, mas só podem ser usados um original e um de reserva durante a prova;

– Over 45: somente pilotos veteranos que tenham pelo menos 45 anos podem participar dessa categoria. As motocicletas podem ser de fabricação nacional ou importadas, seguindo os padrões técnicos da categoria Super Production;

– Rally Brasil: produzidas no Brasil e de preparação livre, a categoria é dedicada a motocicletas de trail e enduro com motor de até 300 cc de 2 a 4 tempos;

– Self: os pilotos dessa categoria participam da prova sem qualquer tipo de assistência, diferentemente do que acontece com os demais, que são acompanhados por uma equipe de apoio. Os próprios competidores fazem as manutenções necessárias durante a prova;

– Brasil – CRF250 CC: essa categoria é exclusiva para condutores das Honda CRF250cc fabricadas no Brasil.

– UTV: categoria que mais cresce no universo off-road, correr de UTV é uma das aventuras que proporciona os roteiros mais desafiadores a as paisagens mais belas aos competidores!

– Super Production: considerada a categoria de acesso à modalidade, os campeões e vice-campeões trocam de carro no ano seguinte, tornando a prova mais dinâmica. O motor é livre de preparo devendo obedecer ao limite máximo de 1050 cc; o chassi deve ser original, sendo permitidos reforços;

– Pró-aspirado: nessa categoria, o UTV deve ser original de fábrica e disponível no mercado brasileiro. Além disso, o motor deve ser aspirado e com livre preparo, obedecendo o limite de 1299cc;

– Pró Elite: essa categoria permite a participação de pilotos pró e UTV’s originais de fábrica disponíveis no mercado nacional. O motor é livre devendo obedecer ao limite de 1299cc; o chassi deve ser de fábrica sendo permitidos reforços;

– Over 45: destinada a pilotos a partir de 45 anos, a categoria permite qualquer tipo de veículo que esteja regularizado de acordo com as categorias Super Production, Pró Aspirado e Pró Turbo;

– Over 45 Pró: destinada apenas a pilotos de 45 anos ou mais, que possuam títulos e resultados expressivos na carreira.

– Quadri: condução perfeita, força no braço, agilidade e muita emoção! Para participar dessa categoria é necessário um quadriciclo de tração 4×2 ou 4×4, com motorização de até 1300cc. A preparação é livre e os veículos devem seguir as mesmas características técnicas da Super Production de motos.

– Regularidade: Planejamento, constância e equilíbrio definem a categoria considerada a mais precisa do rally cross-country. Essa prova extremamente técnica é dividida em três modalidades (máster, graduado e turismo), e é necessário cumprir as metas de acordo com as determinações da planilha.

– Expedições: dividida em três classificações (aventura, turismo e África Twin), essa categoria garante muita aventura e diversão! Passando por lugares pouco explorados de belezas naturais incríveis, a prova garante belas paisagens a bordo de carros 4×4. Para participar da modalidade não é necessária experiência. Os competidores podem utilizar seus próprios veículos ou alugar um para se aventurar. Essa categoria também tem uma modalidade exclusiva para condutores da big trail África Twin da Honda, que permite aos apaixonados por motos embarcarem na Expedição com total apoio da equipe do evento.

Preparou o fôlego? Então fique de olho na competição que começa esse fim de semana! E boa sorte aos competidores!

Você também é apaixonado pelo mundo das rodas como nós? Venha conhecer a RB Multimarcas, uma loja com 28 anos de história, mais de 250 carros em estoque, mais de 16 mil carros vendidos e uma equipe qualificada para te ajudar nessa escolha! Conheça uma de nossas cinco lojas: Avenida Ivo Silveira, em Florianópolis; Mundocar Mais Shopping e Automotivo Shopping, em São José; Vale Auto Shopping, em Itajaí; e em Urubici.