Tradição em muitas famílias, quem lembra de começar o domingo com o pai assistindo as corridas de Fórmula 1? Principalmente na época do ídolo Ayrton Senna. E é por causa dessa paixão que muitos pais incentivam os filhos à prática desse esporte, começando pelas corridas de kart. No texto de hoje vamos te contar um pouco sobre os pilotos e a história das corridas: uma paixão que vem de berço!

História das corridas automobilísticas

A corrida é um dos esportes mais populares do mundo. Praticado com carros, cada categoria possui suas próprias regras. As disciplinas das corridas podem ser classificadas de acordo com o tipo do veículo (carro, estoque, sedan, clássico, etc); o tipo de competição (asfalto, terra ou gelo); e seu objetivo (velocidade, resistência, skids).

O esporte nasceu no final do século XIX e se confunde com a própria história do automóvel, sendo disputada entre as primeiras carruagens sem cavalos. Seu objetivo inicial era demonstrar velocidade e segurança e, com o passar dos anos, as corridas influenciaram o desenvolvimento da produção do automóvel. Muitas novidades eram testadas nas pistas antes de serem levadas às ruas, como o espelho retrovisor; pneus mais largos e resistentes; freios hidráulicos, a disco e nas quatro rodas; direções mais seguras; suspensões independentes; motores mais potentes; dentre outras.

As primeiras provas de corridas foram realizadas entre cidades e eram muito longas e cansativas. Nessa época, era disputada a habilidade e a capacidade do piloto, e também a resistência e a segurança dos carros. A primeira corrida foi realizada pelo jornal parisiense Le Petit Journal, em 1894, entre as cidades de Paris e Rouen. Inicialmente foram inscritos 102 carros, mas apenas 26 ficaram prontos a tempo, sendo que sete deles não passaram nos testes eliminatórios. Durante a corrida, os pilotos não poderiam ultrapassar a marca de 12,5 km/h. O primeiro colocado dessa corrida foi um carro a vapor construído pelos franceses De Dion e Bouton, mas ele foi desclassificado por ser considerado muito veloz, já que durante o percurso ele atingiu a velocidade de 22 km/h.

Um ano depois aconteceu a primeira corrida organizada. O construtor e conde De Dion e o barão Zuylent de Nyevelt criaram um comitê específico, que mais tarde daria origem ao Automóvel Clube da França, e promoveram a Paris-Bordeaux-Paris, uma prova longa com cerca de 1200 km. O vencedor foi o francês Émile Levassor, que correu com um Panhard atingindo uma velocidade média de 24 km/h.

De 1895 a 1903 foram realizadas pelo menos 35 corridas. Elas eram realizadas em estradas e geralmente partiam de Paris, considerada a capital automobilística do mundo naquela época, chegando a uma cidade francesa, ou outra cidade européia.

À medida que os carros se tornavam mais potentes, aumentavam os problemas das provas longas realizadas entre cidades. Essa questão ficou ainda mais clara em 1903, na corrida Paris-Madri organizada pelo Automóvel Clube, quando cinco pilotos morreram e aconteceram vários atropelamentos com vítimas fatais. A prova foi interrompida na primeira etapa, em Bordeaux, por ordem do governo francês, devido aos acidentes ocorridos. O vencedor foi o piloto Gabriel, da Mors, que atingiu uma velocidade de 105 km/h.

No início do século os Automóveis Clubes já tinham organização suficiente para cuidar das corridas. França, Inglaterra, Bélgica, Itália, Holanda, Suíça, Áustria, Estados Unidos e Alemanha já haviam fundado os seus. E em 1904 foi fundada a Association Internationale des Automobiles Clubs Reconnus (Associação Internacional dos Automóveis Clubes Reconhecidos), que mais tarde se transformaria na FIA (Federação Internacional de Automobilismo).

O conceito de fórmula surgiu nessa época, com a criação de regulamentos flexíveis criados por esses primeiros organizadores. O primeiro Grande Prêmio foi realizado em 1906, pelo Automóvel Clube da França. O primeiro Grand Prix foi disputado em dois dias, 26 e 27 de junho, no circuito de estrada da Sarthe, próximo a Le Mans. Os carros deveriam fazer cinco voltas no primeiro dia, passar a noite em um estacionamento fechado e correr mais cinco voltas no outro dia. Pela primeira vez piloto e mecânico podiam correr juntos e trabalhar no carro durante a corrida. O vencedor foi o piloto húngaro Szisz e seu carro da Renault, ficando à frente do piloto italiano Felice Nazzaro, da Fiat, que em 1907 ganharia três importantes corridas: Targa Florio, o Grande Prêmio francês e a Copa do Kaiser, dando projeção ao automobilismo.

As corridas de automobilismo no Brasil

Em 1908 foi realizada a primeira corrida de automobilismo no Brasil. O piloto da Fiat, Conde Sylvio Álvares Penteado, venceu a prova do “Circuito Itapecerica”, como ficou conhecido. Mas foi somente nas décadas de 30 e 40 que a modalidade começou a ganhar força, com a consolidação das montadoras no País, a realização dos grandes prêmios, e a criação de autódromos.

Principais pilotos brasileiros

O primeiro piloto brasileiro a se consagrar internacionalmente foi Emerson Fittipaldi. Ele estreou na Fórmula 1 em 1970 e, em 1972, com apenas 25 anos, obteve cinco vitórias, vencendo o mundial de pilotos com duas corridas de antecedência. Em 1974 ele faturou o bicampeonato com três vitórias e três pontos de vantagem sobre o suíço Clay Regazzoni. Fittipaldi foi pioneiro em outra competição de automobilismo na década de 80, a Fórmula Indy. Em 1989, após cinco temporadas, ele conquistou o campeonato e foi o primeiro colocado das 500 milhas de Indianópolis.

Emmo Fittipaldi, filho caçula do bicampeão mundial Emerson Fittipaldi, venceu sua primeira corrida nos karts, dando início à mais nova geração do clã – FOTO: BRUNO TERENA/RF1

Outro piloto brasileiro que merece destaque no automobilismo é Nelson Piquet. Ele chegou à principal competição como um dos favoritos, após demonstrar um bom desempenho nas categorias de acesso. Piquet foi o primeiro brasileiro tricampeão de Fórmula 1, conquistando a prova nos anos de 1981, 1983 e 1987.

Nelson Piquet e Nelsinho Piquet – FOTO: https://motorsport.uol.com.br/f1/news/no-dia-das-criancas-veja-como-eram-pilotos-na-infancia/649351/

Um dos maiores ídolos brasileiros foi Ayrton Senna, também tricampeão da Fórmula 1 em 1988, 1990 e 1991. Com 41 vitórias, 80 pódios e 65 pole positions, Senna foi um dos maiores pilotos do mundo. Senna estreou na Fórmula 1 em 1984 e logo chamou a atenção dos donos das escudeiras. Em 1985 obteve sua primeira vitória no GP de Portugal. Foi a bordo da McLaren que ele realizou a maioria de suas corridas na categoria, incluindo a que o consagrou campeão mundial pela primeira vez. Em 1993 o brasileiro conquistou uma grande vitória no GP do Brasil e, em 1994, uma nova escudeira, a Williams, quando o sonho foi interrompido com o acidente no Grande Prêmio de Ímola, em San Marino, que tirou sua vida.

Ayrton Senna em sua primeira competição oficial de kart

FOTOS tiradas de: http://ayrtonsennavive.blogspot.com/2013/11/ayrton-senna-crianca.html

Após a bela trajetória de Ayrton Senna, nenhum outro brasileiro foi campeão da Fórmula 1, mas dois deles conquistaram o vice-campeonato: Rubens Barrichello, em 2002 e 2004; e Felipe Massa, em 2008.

A Fórmula Indy também foi conquistada por brasileiros além de Fittipaldi: Gil de Ferran, em 2000 e 2001; Cristiano da Mata, em 2002; e Tony Kanaan, em 2004. Além disso, Ferran e Kanaan, assim como Fittipaldi, também têm no seu currículo a vitória nas 500 milhas de Indianópolis.

Principais competições automobilísticas

Além da Fórmula 1, existem várias outras competições automobilísticas que fazem os corações dos apaixonados vibrarem. Confira as principais:

– Fórmula Indy: apesar de apresentar muitas semelhanças com a Fórmula 1, ela apresenta diferenças nos formatos da pista e também nos carros. Os carros da Fórmula Indy são mais robustos, e são iguais, todos fornecidos pela mesma empresa. A equipe só pode realizar pequenos ajustes aerodinâmicos, muito diferente da Fórmula 1, na qual cada equipe é responsável por todas as etapas de construção do carro.

– Fórmula Truck: inicialmente nomeada de I Copa Brasil de Caminhão, ela surgiu no final dos anos 80 e vem conquistando muitos fãs. A competição é realizada entre caminhões totalmente preparados para corridas que podem ultrapassar a marca dos 200 km/h. O número de voltas varia entre 30 e 35, dependendo da extensão da pista.

– Fórmula E: essa categoria é organizada pela FIA e conta com carros movidos exclusivamente a energia elétrica. Ela é realizada em circuitos de rua com 2,5 a 3 km de extensão e a velocidade dos carros chega a 220km/h.

– Nascar: este é na verdade o nome da associação que controla campeonatos de stock car no País. Essa modalidade começou na década de 20, nos Estados Unidos, e era realizada entre carros de passeio, sem preparo para corrida. A associação foi criada em 1948 com o objetivo de padronizar as regras da competição. Hoje existem várias categorias, como Sprint Cup, a mais conhecida delas.

– 24 Horas de Le Mans: uma das mais tradicionais provas automobilísticas do mundo, ela acontece em um trecho com mais de 13 mil metros, sendo uma competição de resistência. Considerada a maior corrida do planeta, as 24 Horas de Le Mans é um grande laboratório de testes. Ela é dividida em Protótipos, onde os carros mais velozes e experimentais são submetidos a testes em todos os componentes, e a categoria de Gran Turismo, composta por veículos esportivos. A corrida só termina quando o primeiro ultrapassar a linha de chegada após pelo menos 24 horas de prova.

– Dakar Rally: esta corrida acontece anualmente na América do Sul, começando sempre na primeira semana do ano. Considerada a prova mais dura de Off-Road, ela possui várias categorias compostas por automóveis, motos, caminhões e quadriciclos.

– WTCC: organizado pela FIA, o campeonato internacional de carros de turismo é realizado entre carros que mesclam luxo e alto desempenho, projetados para percorrerem longas distâncias. Considerado o terceiro maior campeonato realizado pela FIA, perdendo apenas para a Fórmula 1 e o Campeonato Mundial de Rally, o WTCC tem a participação de grandes montadoras, como BMW e Chevrolet.

Nós também somos apaixonados por carros e pelas corridas! Venha conhecer a RB Multimarcas, uma empresa com 28 anos de história, mais de 250 carros em estoque, mais de 16 mil carros vendidos e uma equipe qualificada para te ajudar nessa escolha! Conheça uma de nossas cinco lojas: Avenida Ivo Silveira, em Florianópolis; Mundocar Mais Shopping e Automotivo Shopping, em São José; Vale Auto Shopping, em Itajaí; e em Urubici.