Estar envolvido em um acidente de trânsito é um dos piores problemas que pode acontecer a qualquer condutor no trânsito, mas em alguns momentos ele é inevitável. Além dos riscos à integridade física e até mesmo à vida dos passageiros do veículo, há toda a dor de cabeça com o que acontece após o acidente. E o que piora ainda mais a situação é que muitas pessoas não sabem exatamente o que fazer em um acidente de trânsito.

Foi pensando em ajudar a resolver esse problema que a RB Multimarcas preparou um texto indicando os principais passos que você deve seguir depois de se envolver em um acidente de trânsito. Continue a leitura e confira!

 

O que fazer em um acidente de trânsito — 4 passos

 

1. Indique que ali ocorreu um acidente de trânsito

A primeira atitude que precisa ser tomada pelos motoristas envolvidos em um acidente de trânsito é indicar a situação aos outros condutores — para que eles fiquem mais atentos e evitem outros acidentes ainda maiores em decorrência do primeiro. Existem, basicamente, duas maneiras mais recomendadas de se indicar um acidente.

A primeira delas é deixar o pisca alerta ligado durante o tempo que o veículo estiver na via e os condutores conversando para resolver a situação. A segunda é posicionar o triângulo de segurança a 30 metros de distância do veículo. Essas duas medidas fazem com que seja possível ver o acidente de longe, evitando mais problemas.

 

2. Ligue para os serviços responsáveis

Depois de indicar a ocorrência do acidente, é preciso ligar para um dos serviços de socorro responsáveis. Caso a batida não tenha deixado nenhuma vítima, basta ligar para a Polícia Militar (através do número 190) ou para a Guarda Municipal (através do número 153). Eles se deslocarão até o local para tomar as providências necessárias.

Em caso de acidentes com vítimas, o cenário muda um pouco. Independente de como a pessoa estiver, ligue imediatamente para o SAMU (pelo 192) ou para o Corpo de Bombeiros (pelo 193). E lembre-se: não tente mexer na vítima antes que o socorro chegue. Isso pode agravar qualquer eventual fratura ou outro machucado que ela tenha sofrido.

 

3. Registre o boletim de ocorrência

Qualquer que seja a gravidade do acidente, fazer um boletim de ocorrência é indispensável. É com ele que todos os fatos são registrados de acordo com as descrições dos envolvidos e também de testemunhas. Somente tendo o B.O. em mãos será possível acionar o seguro e receber as indenizações cabíveis.

Atualmente é muito fácil fazer um boletim de ocorrência. Além de comparecer à delegacia especializada mais próxima, você também pode fazer uma solicitação através da internet. É só acessar o site do órgão de trânsito responsável e seguir as instruções na tela.

 

4. Entre em contato com a seguradora

Por fim, depois que todas as questões mais urgentes já tiverem sido resolvidas, vem a hora de acionar o seguro. Recomenda-se que o condutor culpado pelo acidente acione o seu, já que isso elimina gastos desnecessários com franquia. Depois basta escolher uma entre as oficinas credenciadas e realizar os reparos.

Resolver tudo com conversas e o intermédio da seguradora sempre é a melhor opção, pois isso evita maiores dores de cabeça com o envolvimento da justiça.

 

Agora que você já sabe o que fazer em um acidente de trânsito, pode dirigir com ainda mais tranquilidade e segurança. Gostou do texto? Para continuar recebendo conteúdo automotivo siga a RB Multimarcas no Facebook e no Instagram!